Geometria Sagrada

Na concepção dos ambientes do Espaço Purpurina, inaugurado em 2009, levamos em conta os princípios da Geometria Sagrada, observando as proporções da Secção Áurea de Pitágoras e da Série de Fibonacci.

Dessa forma, os ambientes ganharam as proporções através das quais a natureza concebeu todos os seres vivos, inclusive os seres humanos, estabelecendo entre as pessoas e o ambiente uma sensação de acolhimento e harmonia. O uso de texturas, materiais rústicos e simples, bem como a atenção para com a circulação, a iluminação, a ventilação e a privacidade, completaram a composição do Espaço Purpurina.

“Conceber esse espaço foi uma aventura de criação. Percebi claramente a semelhança com meu trabalho de psicoterapeuta. Na companhia atenta junto àquele que busca se conhecer e fazer melhor uso de si, nada é acrescentado nem removido – apenas buscamos um arranjo atual, mais harmônico e mais operativo por meio do vínculo,  da convivência e do respeito.”
(Paulo de Tarso Santini Tonon)

“Quando iniciamos a busca de um lugar para atendimento psicoterapêutico, não queríamos simplesmente um conjunto de salas comerciais, mas um território de compartilhamento, de reflexão e de crescimento. Por isso, buscamos em cada canto da casa da Rua Purpurina nº 490 estabelecer uma harmonia arquitetônica, por meio da geometria sagrada. O Espaço Purpurina está em constante reformulação, seja pela manutenção, seja pelas pessoas que se afinam com estas infinitas variáveis.”
(Zoca Freire)